>Conhecendo as Raças: Siamês

>



Os Siamês é um dos gatos mais fáceis de identificar, devido à sua distinta pelagem. De constituição física esbelta, com um temperamento ao mesmo tempo majestoso e ternurento, o Siamês é sem dúvida um dos gatos mais atraentes e populares do mundo. 

A história do Siamês está ainda envolta em mistério e pouco se sabe acerca das suas raízes. A Biblioteca Nacional de Banguecoque, possui uma colecção de manuscritos que datam do século XIV, nos quais é descrito um gato de tipo Siamês, chamado “vichien mas”. Estes registos indicam, contudo, que o gato estava já estabelecido na região. Dois séculos depois, o naturalista Pallas descreveu uma raça de gatos que encontrou na Ásia Central: tinham corpo branco e as patas, orelhas e a cauda escuras. No Sião, antiga Tailândia, estes gatos eram venerados tanto por monges Budistas como pela altas classes da sociedade. Esta raça eventualmente foi adoptada como o Gato Real do Sião e só podia ser obtida com autorização do Rei que os cedia do seu palácio. 

Os Siameses foram introduzidos na Inglaterra em finais do século XIX. Foram uma oferta ao embaixador inglês no território, que os trouxe para casa. Em 1871, surgiu pela primeira vez um Siamês numa exposição britânica. A raça tornou-se rapidamente popular e não demorou muito a chegar aos Estados Unidos. Não foi só o temperamento incomum que o tornou tão popular. Os Ingleses, responsáveis pelo apuramento da raça, ficaram encantados com o contraste belíssimo das suas cores e com o corpo marfim e as extremidades em castanho escuro quase preto. A variante original dava pelo nome de Seal Point, sendo um pouco diferente do Siamês actual, com a cabeça, olhos e corpo arredondados. Contudo, esta variente continua ainda hoje a ser a mais conhecida.


Temperamento 
É o gato doméstico mais extrovertido de todos, extremamente inteligente e apegado ao dono. Vivaz e exuberante, é uma das raças de gatos mais vocais, não hesitando em miar sempre que quer interagir com o dono.


Os Siameses são bastante independentes, dentro do universo felino. Bastante dócil e carinhoso, o Siamês gosta de ser mimado.

Estes gatos são menos ativos à noite do que os seus parentes, uma vez que devido à cor dos olhos, não conseguem ver tão bem no escuro.
Aparência Geral 
Esbelto, o Siamês tem um corpo longo, de aspecto atlético. De médio porte, o Siamês pesa entre 2 a 5 kg. 


Uma das características que se tem acentuado no Siamês é o comprimento e magreza do corpo. Acredita-se que os primeiros Siameses a serem importados eram mais pesados do que aqueles criados atualmente. Outra característica exigida nos primeiros estalões era de que o Siamês tivesse os olhos trocados, semelhante ao estrabismo, e que tivesse a cauda dobrada. Hoje em dia estas características são consideradas indesejáveis e têm sido progressivamente eliminadas.

A cabeça do Siamês é bastante típica da raça: triangular, comprida e estreita terminando num nariz comprido e ornada com orelhas grandes e pontiagudas. Pensa-se que, originalmente, estes gatos tivessem as orelhas mais pequenas. Os olhos são amendoados, de cor azul safira. As patas finas e longas combinam com a cauda comprida e esguia. 

Pouca gente sabe, mas o siamês comum, que habita milhares de lares brasileiros, não é o verdadeiro. Nossos gatos são chamados de extra-oficiais e possuem características que os diferem dos originais: suas orelhas são menores, são ligeiramente mais peludos e robustos.
O padrão oficial da raça descreve um gato bem mais peculiar. O corpo é extremamente esbelto e longilíneo, com pernas, pescoço e rabo longos e finos. A cabeça deve ser um triângulo perfeito, as orelhas bem grandes e os olhos amendoados e intensamente azuis.

Tipo de Pêlo
Curto e de textura fina com um aspecto lustroso, as extremidades possuem sombras acinzentadas. O chocolat point siamês tem um pêlo mais escuro, com o focinho castanho escuro.
Variantes
O Siamês tem quatro variantes clássicas: 


Seal Point – Os primeiros gatos Siameses exportados da Ásia para o Ocidente eram Seal Point. As extremidades desta variedade são castanhas escuras, quase negras, e o corpo de cor contrastante é fulvo pálido.

Blue Point –  Reconhecidos em 1934, os Siameses desta variante têm o corpo branco azulado com as extremidades azuis escuras, quase acinzentadas.

Chocolate Point – Apesar de ser a segunda variedade a surgir, foi reconhecida depois do Blue Point. O corpo é cor creme e as patas, orelhas, cauda e focinho são cor de chocolate de leite.

Lilac Point – Em 1995, foi reconhecida esta variedade do Siamês. Os tons das extremidades são rosados com ares de cinzento e o corpo deve ser totalmente branco, segundo o estalão norte-americano, mas os ingleses permitem outras tonalidades ligeiras. 

Novas variedades de cores das extremidades surgiram a partir de 1960. Estas variedades são classificadas como Siameses na Inglaterra, mas nos Estados Unidos da América são considerados Colorpoint de Pêlo Curto. 
Apesar disso, muitos criadores consideram ainda que o verdadeiro Siamês é o Seal Point.

O fenómeno das pontas escuras 
Os Siameses apresentam as extremidades escuras, mas nascem com uma cor sólida. Isto deve-se, curiosamente, à temperatura. As zonas mais frias do gato pintam-se de escuro com o tempo. Nas regiões mais quentes, os Siameses são mais claros. Os primeiros Siameses importados da Tailândia eram mais claros do que os Siameses que se encontram agora no Ocidente.
Fonte: Arca de Noé
About these ads

About Cantinho dos Gatos

"O gato é uma lição diária de afeto verdadeiro e fiel. Suas manifestações são íntimas e profundas. Exigem recolhimento, entrega, atenção." (Artur da Távola)
This entry was posted in Conheça as raças. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s