>Conhecendo as Raças: SPHYNX – O gato "pelado"

>

Vou ser sincera, quando vi esse gato pela primeira vez eu achei bem feiosinho, mas agora quando comecei a pesquisar e procurar fotos, comecei a admirá-los e reconhecer que eles não são feios, são exóticos e porque não, belos!?

Origem: EUA 
Perfil: Apegado
Tipo de Pêlo: Bem curto
Tamanho: Médio
Peso Mínimo: 3 Kg – Peso Máximo: 5 Kg
Temperamento: Dependente
Nível de Atividade: Baixo
Idade: média de 11 anos


Características

A característica mais marcante do Sphynx é o seu corpo sem pêlos e a sua pele enrugada. Na verdade, o corpo desses gatos é coberto por uma pelagem quase invisível, o que fez da raça um dos gatos mais exóticos do mundo. Nos EUA, ele foi apelidado de E.T. e a banda de rock norte-americana Aerosmith se aproveitou dessa imagem excêntrica e o reproduziu em camisetas do grupo e no encarte de um de seus discos. Devido seu visual, o Sphynx está longe de agradar a maioria das pessoas, que preferem gatos mais peludos e robustos. 
Outro diferencial da raça são suas rugas, que na verdade todos os gatos possuem, mas acabam sendo encobertas pela pelagem, seja ela curta ou longa. Devido a esta falta de pêlos as cores do Sphynx parecem ser tatuadas. Outra característica do Sphynx é sua oleosidade, em outras raças o óleo passa da pele para os pêlos. Mas no caso desta raça, quase sem pêlos, essa oleosidade acaba ficando na própria pele.
O Sphynx é muito esperto e afetivo. Esses gatos também são muito amigáveis, se adaptando a qualquer tipo de família. Para ele, todas as pessoas são amigas, não demonstrando, dessa forma, ter problemas com estranhos. Além disso, eles se relacionam bem com outros animais.

Histórico

Sabe-se que a ausência de pêlos do Sphynx é proveniente de mutações espontâneas em gatos de tipo oriental. Consta em estudos, que a raça tenha aparecido na época dos Astecas, na América Central. Porém, apenas a partir da década de 60, foram iniciados pesquisas acerca da ausência de pêlos nesses gatos. No final daquela década, criadores americanos já haviam conseguido o reconhecimento provisório do Sphynx como raça pela CFA (Cat Fanciers Association).
Entretanto, passados dois anos esse registro foi abolido, quando se evidenciou que existiam exemplares sujeitos a problemas de saúde, como convulsões fatais. Os problemas de saúde com essa raça diminuíram muito nos últimos 20 anos, pois os criadores acabaram aprendendo como contorná-los. Agora, eles pretendem pedir novamente o registro à CFA, porém como o Sphynx continua muito raro e pode não preencher os requisitos dessa entidade para o seu reconhecimento. Mesmo assim, eles acreditam que, em alguns anos, poderão pedir a oficialização da raça. No Brasil, a raça é raríssima, sendo praticamente desconhecida do grande público.

Cuidados

Praticamente sem pêlos para proteção, o Sphynx tem a oleosidade da pele muito elevada e caso esta não seja retirada em banhos periódicos, o gato pode deixar manchas por onde se deitar. Além disso, como seus ouvidos também não têm pêlos por dentro, acabam ficando oleosos e portanto devem ser limpos periodicamente. O próprio dono pode fazê-lo, bastando apenas algodão e um produto de higiene especial.

About Cantinho dos Gatos

"O gato é uma lição diária de afeto verdadeiro e fiel. Suas manifestações são íntimas e profundas. Exigem recolhimento, entrega, atenção." (Artur da Távola)
This entry was posted in Conheça as raças. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s