>Alguns bons motivos para aderir a criação indoor!

>


Os gatos sempre foram vistos como animais livres e aventureiros, que adoram sair para caçar, passear e fazer novos amigos. É da natureza do gato estar solto, e nos acostumamos a ver os bichanos pelo quintal, passeando pelas ruas, pulando em telhados e árvores, indo e vindo sem nenhuma restrição.
Porém, as ruas já não são mais locais seguros, e nossos pets sofrem vários perigos se deixados soltos por aí. Brigas, envenenamentos, atropelamentos, quedas de janelas e outros locais altos e todos os tipos de maus tratos são apenas alguns riscos aos quais nossos bichanos estão sujeitos se tiverem livre acesso às ruas. Além disso, machos e fêmeas não castrados tem uma altíssima chance de procriarem, aumentando ainda mais o número de filhotes, que muitas vezes acabam abandonados passando frio e fome.


Faz-se necessário então uma mudança de conceitos no que tange à criação e cuidados com os nossos felinos domésticos. A criação indoor, ou seja, criação destes animais dentro dos limites da casa ou quintal é a principal maneira de mantermos eles em segurança. Através de telas em janelas e sacadas, evita-se que os gatos saiam e acabem se envolvendo em problemas. Quem tem quintal também precisa tomar alguns cuidados, como aumentar os muros ou colocar telas a fim de restringir o acesso à telhados de vizinhos ou árvores altas que dão acesso à rua.

Porém, é difícil acreditar que seja possível criar um gato sem que ele tenha acesso algum à rua, não é mesmo? Mas a criação indoor é possível sim, e vem ganhando cada vez mais adeptos, principalmente entre aqueles que amam e se dedicam à saúde de seus bichanos. Gatos são animais extremamente adaptáveis, e convivem muito bem em locais pequenos, pois são espertos e independentes. Você mora em um pequeno apartamento? Passa parte do dia fora de casa trabalhando ou estudando? Isso definitivamente não é problema, em se tratando de gatos.

Providencie um local seguro e confortável, com alguns brinquedos, água e alimentação de boa qualidade, que seu gatinho será um animal feliz e saudável, além de um companheiro maravilhoso. Se você fica muito tempo fora de casa, pense em adotar outro gato, para que um faça companhia ao outro. Não se esqueça de castrá-los ainda pequenos, pois isso evitará hábitos indesejáveis como demarcação de território, brigas e os deixará mais calmos, além de evitar cruzas indesejáveis e mais filhotes a caminho.
Tele suas janelas e sacadas, mantenha seu quintal seguro e pronto. Você terá um gatinho, ou até mais de um, perfeitamente adaptados e felizes. E mesmo que seus bichanos estivessem acostumados à andar nas ruas, a certeza de um lar seguro e longe de perigos e riscos não tem preço.


Não esqueça, por fim, que mesmo restritos dentro de casa, os bichanos necessitam de vacinação periódica e assistência veterinária de qualidade. Mesmo sem acesso às ruas, eles ainda correm risco de eventuais probleminhas de saúde, como qualquer outro animalzinho. Não se esqueça que a partir do momento que você optou por adotar um animal, ele passa a ser sua responsabilidade e dependerá inteiramente de você para que tenha uma vida longa e saudável. Em troca, você terá um animal feliz, saudável e que lhe trará muitas alegrias ao longo de toda a sua vida.

About Cantinho dos Gatos

"O gato é uma lição diária de afeto verdadeiro e fiel. Suas manifestações são íntimas e profundas. Exigem recolhimento, entrega, atenção." (Artur da Távola)
This entry was posted in Cuidados, Posse Responsável. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s